Ás vezes, quando estendo meus pensamentos no varal, nas manhãs de julho, com o frio pincelando as imagens, pinto todos os retratos que, sorrindo acariciam meus olhos, num beijo de saudade por ter vivido justamente assim.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Para que os olhos não esqueçam!


Pintarei meus sonhos sem medo.
Olharei os riscos e vou saber o
sentido de cada um...

3 comentários:

  1. Marilda

    Que simples sensibilidade! Belo pensamento imaginativo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, Marilda.
    Lindo!!
    Adoro flores. Elas me hipnotizam.

    Beijos.
    Maria Auxiliadora (Amapola)

    ResponderExcluir